Capítulo 18 – parte 3

Aromas, cores, sabores e surpresas

A semana começara agitada e repleta de preparativos. As atividades da parte da tarde de todas as escolas foram suspensas para que todos pudessem participar na faculdade, de toda a organização e preparativos para o grande baile. Eram alunos com fitas, cartazes, panfletos, caixas de som, transitando por todo o campus. Uma das melhores áreas, tirando o grande salão era a cozinha, onde Lita se sentia muito a vontade e ajudava a coordenar as melhores receitas de deliciosas iguarias que seriam servidas durante aquela noite especial.

Provas de sabores, receitas aqui e ali, tudo era tão saboroso e lindo de se ver. Os professores de culinária ficaram encantados com a sofisticação dos pratos e sugestões que lhe eram dados pela sailor dos trovões que vinham seguidos de elogios incansáveis de seu namorado, tido na faculdade como o casa nova do pedaço, mas que por hora parecia ter finalmente encontrado a garota ideal. Bom; isso ao menos por enquanto.

Lita: um pouco mais de curry neste molho,  apenas uma pitada de leve. Agora neste molho doce para os flãs, pode acrescentar um pouco de amoras silvestre e a decoração com calda de frutas vermelhas e uma bela cereja. O pudim claro tem que ter calda de caramelo, pois sem ele, como diria Serena “ isso seria um erro horrível”. – ri lembrado do estado em que a amiga se encontrara ao ter dito tal frase.

Jin: Querida, fico impressionada como pode dar conta de tantos detalhes sem se perder em tantos aromas. Estou aqui extasiado com essas mãos de fada que você tem. A caso não esqueceu aquelas mini tortas de morango não é mesmo? Aliás, que cheiro é esse? Parece…..

Lita: Minha nossa, ajuda aqui Jin, rápido. São as massas das tortinhas, quase que viram torradas isso sim. Mas por sorte não foram todas promovidas à torradas, apenas algumas. O bom que posso aproveitar essas e processar com algumas frutas e fazer uma farofa doce para servir com sorvete. Ainda bem que você falou das tortas. Aliás, não era para você estar com os rapazes pegando no pesado não?

Jin: Mas com esse perfume inebriante dessas delícias fica irresistível. Porém, mais irresistível é ter que sair da companhia de quem as fez. Mas um beijo e irei para lá.

Depois do beijo, o casal se separa cada um terminando suas tarefas.

Já no salão principal a farra era total, pois certo grupo de garotas, ao cuidar da decoração, mais fazia era uma apresentação circense, deixando todos boquiabertos com a habilidade e facilidade que tinham de deixar o local um encanto. Cere cere cuidava dos arranjos de flores que estavam nas mesas, Jun Jun das plantas verdes do hall de entrada e do  jardim, Palla Palla, cuidava das fitas tantos as que enfeitavam as mesas, como as do teto e do palco e Ves Ves dos outros enfeites do palco, providenciando estátuas, e outros adereços que remetesse ao tema tanto  mitológico como do universo. Quem por ali passava, ficava admirado com a integração daquele grupo.

Serena e as demais, estavam atrás de mais arranjos de flores, confeccionando os convites e cartazes para  a grande noite. Afinal haveria um grande show e metade do sucesso que o baile com certeza terá se deve a uma certa dupla que  encontrava-se no palco passando o som.

Michiru: Esta nota não é ai Ruka, é depois de dois compasso do acorde em ré menor. Temos uma pausa entre uma nota e outra. Até parece que não conhece a música? O que houve.

Haruka: Michi, digamos que talvez eu esteja enferrujada, ou então alguém anda tirando minha concentração sabe? – olhava com malícia para aquela que mesmo tocando seu violino de forma tão descompromissada, esbanjava sensualidade e só de pensar sobre os muitos garotos a cobiça-la, lhe fervia o sangue.

Michiru: Não acho que seja o caso de estar enferrujada, afinal essa é uma das nossas músicas favoritas. Com certeza tem algo mais. Não tem? – indagava arqueando uma das sobrancelhas.

Haruka: Ás vezes é difícil te enganar não é mesmo? Mas me deixa fora de mim, pensar nos vários garotinhos cheios de hormônios olhando para você de um jeito que  só EU posso olhar. Mas já que fui convencida não é mesmo? Espero ao menos que a recompensa seja boa depois disso tudo – sorri de forma provocativa.

Michiru: Com certeza você não vai se arrepender. Por hora voltemos ao ensaio.

Haruka: Poxa sereia, logo agora que o papo ia ficar mais interessante. Você sabe dar um balde de água fria quando quer. Porque será não é mesmo? – enterra a cara nas partituras, enquanto que sua parceira sorri e retoma a suave melodia que havia sido interrompida momentos antes.

Algumas horas mais tarde, Rini, com suas fiéis Sailors Asteroides passam pelos corredores do Colégio Mugen. Ela ainda não havia reencontrado sua melhor amiga Hotaru, estava se perguntando, se ela também preparou algo para o baile. Quando entra na ala C e passa pela porta da sala 1-B, a pequena dama ouve duas vozes bastante familiares.

Hotaru: Setsuna-mama, acha que é uma boa atração para um baile? Tenho medo de me passar por imatura na frente de pessoas tão importantes.

Setsuna, sorri de uma forma carinhosa e passa a mão na cabeça de Hotaru.

Setsuna: suas estátuas de gelo estão cada vez mais bonitas, olha como ficou este cisne, ele vai ficar lindo ao centro da pista ornando a mesa de bebidas. E como você o confeccionou de forma não usual das que se fazem aqui no planeta a durabilidade será maior e todos poderão contemplar por mais tempo suas obras. Tenho certeza que ficará muito elegante nosso baile.

Hotaru: eu gostei deste casal dançando. Sabe mama, me sinto bem criando coisas. E acredito que a decoração de todos fará com que tenhamos uma noite  muito especial. Gostaria que meu pai e Rini estivessem aqui para ver. Acredito que se sentiriam muito felizes.

Rini:  Bem quanto a seu pai eu não sei, mas eu estou aqui para contemplar suas obras e estão tão bonitas que vou encomendar uma meia dúzia lá no Palácio do Milênio de Prata.

Hotaru vira-se para a porta onde Rini entrou de surpresa. Setsuna  não gostou nada de Rini ter desobedecido as ordens do rei e da rainha Serenity, de só viajar no tempo com o consentimento dos mesmos. A menina dos cabelos cor-de-rosa corre para abraçar a amiga.

Setsuna: *batendo os sapatos de salto* Lady Serenity, você fugiu de novo para o presente com que pretexto desta vez?

Rini: bem é…sabe…er…

Palla Palla: é que matamos aula porque estava muito chata…*POW*…ai.

Rini fica vermelha de raiva, dá um soco na cabeça de Palla Palla e berra.

Rini: sua, SUA LINGUARUDA!

Cere Cere: senhora Meiou-sama, nós fomos atrás dela para que ela voltasse ao futuro pois a cultura do reino do Milênio de Prata é muito importante.

Ves Ves: deixem de ser tolas, nós quisemos voltar.

Jun Jun: fugir das aulas era só a saída perfeita. *Rini pisa no pé dela*

Rini: aaaaaaaaaaaah! Droga vocês quatro! Ainda trabalham para Nehelenia por acaso? Pensei que éramos cúmplices nisso.

Setsuna: amigas e rivais, só pode ser. Mas como eu controlo o tempo, já sabia de tudo assim que você cruzou a malha temporal, e isso não se faz. E vou pensar em uma punição à altura para vocês cinco.

Cere Cere: se não fosse pela boca grande da Palla Palla não seríamos percebidas.

Palla Palla: Palla Palla não gosta de coisas chatas.

Setsuna: sempre haverá nossas matérias favoritas e as que menos gostamos, Palla Palla. Matar aula é errado, compromete todo um aprendizado.

Rini: as meninas estão organizando uma surpresa para o baile e eu queria ir também.

Setsuna: por esse seu ato de imaturidade, não terá o direito de ir ao baile.
Hotaru: mama, deixa a Rini ir ao baile, ela talvez estava se sentindo sozinha no futuro.

Setsuna: Hotaru…

Hotaru: pense nisso como uma experiência de aprendizado para ela e as meninas. Elas ainda não tiveram a oportunidade de interagir como meninas livres depois de libertadas do Dead Moon Circus.

Setsuna pensa por um momento e suspira.

Setsuna: seus lampejos de sensatez me impressionam, Hotaru. Mas com uma condição.

As meninas em coro falam: SIM?

Setsuna: vocês irão trabalhar em algo para este baile também. Vocês, meninas cabeça de asteróide oco irão continuar o que estão fazendo, e você Pequena Dama, vá encontrar com a Serena.

Cere Cere: mas quanto isso considere feito Setsuna-sama. Estávamos justamente enfeitando o salão principal deste belo lugar. E garanto que irá se surpreender.

Ao final daquele dia chegavam ao grande salão, Darien, Andrew e Red. Este último porém ao vislumbrar um certo grupo de garotas trabalhando na decoração, ficou  admirado com as habilidades das mesmas e também lhe chamou a atenção uma certa garota de cabelos rosa, cujo o penteado lembrava muito a noiva de seu amigo:

Red: Hey Darien quem são essas garotas: Não me recordo de tê-las visto antes e aquela mocinha ali de cabeça rosa não me é estranha. Se não o conhecesse como o conheço hoje, poderia jurar que era sua filha com Serena.

Darien extremamente atônito com o comentário do amigo não sabia o que dizer.

Andrew quebra o silêncio.

Andrew: é a prima da Serena, a Rini. Agora estas outras meninas não me foram apresentadas.

Setsuna e as garotas se entreolharam e Hotaru finalmente resolveu inventar a história sobre as Asteroides.

Hotaru: são as primas afastadas da Haruka, artistas circenses em turnê mundial. pisca para as garotas.

Cere Cere: a ilusionista Cere Cere.

Palla Palla: a equilibrista Pall Palla.

Jun Jun: a acrobata Jun Jun.

Ves Ves: a domadora Ves Ves.

Amazonas: somos o Quarteto Amazonas!

Red: notei uma vibe aqui meio Cirque du Soleil. Gostei das damas do picadeiro. Não é todo dia que encontramos celebridades internacionais, Haruka além de um velocista hábil tem primas artistas.

Darien, com um sorriso amarelo, balança a cabeça em sinal de positivo.

Andrew: viemos perguntar se precisam de alguma ajuda, ou querem pedir umas pizzas, afinal  ficamos o dia todo aqui que nem percebemos a hora passar.

Alguns passos são ouvidos ao longe e um leve “cof cof” característico de uma certa Sailor Uranus.

Haruka: oe! Alguém falou em pizza? Guardem uma bem grande de quatro queijos pra mim.

Michiru: perdoem a indelicadeza de Haruka, viemos ver se precisam de algo, ou já podemos sair.

Setsuna sorri e passa a mão nos cabelos.

Setsuna: acho que já acabamos não é Hotaru?

Hotaru: sim, as estátuas de gelo já estão prontas.

Michiru observa as estátuas de gelo com um olhar de aprovação, e nota que tem até uma réplica dela mesma tocando violino.

Michiru: ai que linda!!! Gostei dessa estátua * com um olhar de deboche à Haruka *.

Haruka: de Haruka-papa você também fez né linda?

Hotaru: claro papa, está em cima da mesa de petiscos.

As amazonas fitam a estátua de Haruka vestida de pinguim em SD. A Sailor marrenta por sua vez fica com aquela cara de mamão macho, mas tenta disfarçar com um meio sorriso.

Red: ficou tão bonitinha a estátua, Haruka. Ela quis dizer que você é carinhoso com ela, logo quis traduzir isso numa estátua bem fofinha. * começa a gargalhar *

Haruka: seu moleque!

Darien e Andrew seguram Haruka que tenta sair enfurecida pra bater em Red.

Rini: olhem lá, Serena e as meninas finalmente chegaram.

Red imediatamente volta seu olhar para as meninas e por um tempo compara Serena à Rini. Algo está errado e ele tem um pressentimento de que esta história de primas, é mais do que furada. Ao lado de Rei, está Lita, que para seu alívio está sem aquele urubu engomado do Jin.

Red: hoje vamos ter que rachar as despesas da pizzada que teremos, afinal  parecemos um time de futebol com reservas e  líderes de torcida. Só faltou os pompons.

Ami: Pizza? Interessante. Já faz um bocado de tempo que não como uma boa pizza.

Rei: uma pizza margherita iria muito bem agora.

Mina: oi Red, seu lindo. * agarra o Red * Você vai comer pizza com a gente? Qual é o seu sabor favorito? Gosta de massa grossa ou fina?

Red cumprimenta a garota de lacinho e depois tenta desgrudá-la como se um durex tivesse sido enrolado por todo o seu corpo.

Red: bom, quando estou com fome, a maioria dos sabores de pizza me agrada. Olá, Lita.

Lita:…er…oi.

Red: muito trabalho com o que será servido no baile?

Lita: nada de extraordinário…eu acho.

Serena: ai Lita, não seja modesta. Pelo o que pude ver depois que o seu namorado foi embora, você fez cada coisa que tava com uma cara boa.

Rei: pra você, Serena, tudo quanto é coisa comestível fica com uma cara ótima e você vai lá e devora.

Serena: ah é, sua lambisgoia. Quem que te perguntou?

Rei: lambisgoia? LAMBISGOIA? Vou te mostrar uma coisa!

Lita e Mina seguram a enfurecida Rei, Serena só a olha e ri.

Red: touché!

Ami: vocês nunca vão crescer.

Rini: às vezes acho que eu sou a mãe da Sere…* Hotaru tapa a boca de Rini *

Serena: olha a boca menina, respeite a sua prima mais velha.

Mina: recentemente inaugurou uma pizzaria bem bacana, fica duas ruas pra cima da OSA-P. Chama Pizzas Cadentes.

Ami: mas que nome, um tanto diferente.

Red consulta o tablet para adquirir informações do estabelecimento.

Red: tem esse nome porque as pizzas caem do teto e cada uma quando você abre faz um som diferente. Tá aí, vamos!

Rini: tenho medo disso! Mas se tiver um enorme sorvete com tudo que eu tenho direito eu faço esse sacrifício.

Setsuna: bom, então vamos lá.

Red pega o telefone e faz uma reserva para a sala VIP.

Red: temos reserva para às 19h, vamos sair daqui por hoje sim?

O sol se põe no distrito Juuban e o alegre grupo de amigos sai da faculdade Moto Azabu. E mal sabiam eles e todo o restante que muita coisa estaria reservada para aquele baile.

Agora se seriam coisas boas ou não  só o tempo nos dirá.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s