Capítulo 17

Osach Ogren: o professor incomum

Serena acordou cedo hoje, estava ansiosa para a primeira aula com o novo professor do Colégio Juuban High. Na cabeça dela ele não parecia tão severo quanto os outros professores, comparando-o em especial com sua professora Haruna gritando a plenos pulmões com ela quando chega atrasada. Logo foi ao banheiro escovar os dentes, tomar um banho bem gostoso e fazer o seu famoso penteado. Lua estranhou o comportamento de sua protegida e a seguiu pela casa.

Lua: parece que hoje estamos bastante animadas. O que aconteceu? Viu um passarinho verde, Serena?

Com a escova de dentes na boca, a futura rainha de Tóquio de Cristal responde.

Serena: não é nada em especial, Lua. Apenas não posso me atrasar para o colégio. Acho que não é educado se atrasar na primeira aula do novo professor da escola. Capaz de a professora Haruna já ter falado mal de mim para ele e quero provar o contrário.

A gata ficou pasma, quase tendo um colapso neural ao ouvir essa palavras.

Lua: parece que está entrando um pouco de juízo nesta sua cabecinha oca.

Serena termina de se aprontar e não responde à provocação de Lua. Na cozinha, seu pai Kenji ajuda sua mãe Ikuko a terminar de por a mesa, ambos ficam pasmos ao ver Serena já pronta para o colégio.

Ikuko: minha nossa! Nem precisei te chamar hoje e nem o Sammy acordou ainda. Estou impressionada. Caiu da cama, Serena?

Serena: não é nada. Só não posso me atrasar para a aula do novo professor de História e Astronomia do colégio.

Kenji: essa é a minha menina. Se continuar se comportando assim posso até considerar um aumento na sua mesada e no final do mês te comprar aquela gargantilha de turmalina que você viu na loja da mãe da sua amiga Molly outro dia.

Serena não pode acreditar no que acabou de ouvir, seus olhos refletiam a imagem da gargantilha de turmalina.

Serena: ai papai, obrigada.

Ikuko: mas lembre-se: tem que se comportar bem e tirar boas notas para merecer isto. E aproveitando a deixa querido, eu  gostaria de um par de brinco de pérolas rosas que  eu vi na loja esses dias.

Kenji: para a melhor esposa do mundo a qual amo incondicionalmente, um par de brincos é muito pouco, mas se assim desejar, eu o darei de presente.

Sammy entra na cozinha e vê Serena já sentada à mesa.

Sammy: o que você fez com a minha irmã? Você não pode ser a Serena idiota que sempre se atrasa.

Serena: como é que é seu pirralho? É claro que sou eu, vou te mostrar uma coisa.

Serena ameaça dar uns croques no irmão mais novo, mas pára imediatamente pensando na gargantilha de turmalina.

Serena: sou eu mesma, irmãozinho. *com um sorriso amarelo* Hoje tem um professor novo na escola e não posso me atrasar para primeira aula demonstrativa dele.

Sammy não acredita e cai da cadeira, a campainha toca; é sua amiga Ami.

Sammy: eu atendo, ah…*Sammy fica com as bochechas coradas* oi, Ami. A Serena já está pronta, gostaria de se juntar a nós para o café da manhã?

Ami dá um leve sorriso e balança a cabeça em sinal de negação.

Ami: não Sammy, muito obrigada pelo convite. Venha, Serena.

Serena pega o seu lanche e seus livros e acompanha sua amiga. Chegando no Juuban High, Lua sente uma presença estranha.

Lua: esperem meninas. Sentiram isso?

Serena: sentir o que?

Lua: acho que foi apenas minha imaginação, mas em todo caso… Ami poderia checar com o seu computador o perímetro do colégio?

Ami tira de sua pasta o seu computador e faz uma varredura pelo perímetro, nada é detectado.

Ami: eu não detectei nada por aqui. Derrotamos tantos vilões que você deve de estar imaginado coisas, Lua.

Lua: bem, de qualquer forma, vou ficar por aqui e investigar. Artêmis deve estar chegando também e vou me juntar a ele nesta investigação.

O sinal da primeira aula toca.

Serena: Ami, estamos atrasadas!

Serena arrasta Ami pelo braço e sai correndo que nem um raio, quando chegam à sala encontram o professor Osach lendo um livro e todos os alunos já presentes na sala.

Ami: mil desculpas, Ogren-sensei.

O professor fecha o livro e se levanta encarando as duas.

Serena: ele vai nos matar, Ami.

Osach: fico feliz de se juntarem a nós, senhoritas Mizuno e Tsukino. Agora tenham a bondade de se sentarem. Hoje como é o primeiro dia, vou perdoar o pequeno atraso de vocês. Poderemos então dar início à aula.

O professor Osach fecha as janelas da sala e pega um pequeno pen drive, conecta em seu laptop e projeta sua apresentação da aula no quadro.

Kelvin: isso é bem melhor do que as aulas da professora Haruna.

Molly: ssssh! Kelvin, silêncio.

Osach: Começando nossa aula, vou apresentar o cronograma o que iremos ver durante este ano letivo.

Uma animação com as principais figuras históricas, seres mitológicos, corpos celestes e galáxias passa pelo quadro e então  entre os tópicos começam a surgir alguns “OH!” e “AAH!”que eram arrancados dos alunos.

Osach: eu gostaria de propor um projeto para vocês. Um trabalho em grupo de meio de ano e no final, uma apresentação teatral de conclusão de fim de ano, o que acham?

Mina, a “artista” da turma se levanta imediatamente e concorda com a ideia da peça.

Mina: sim, professor seria maravilhoso, a apresentação é sobre o que?

Osach observa a guerreira venusiana atentamente e pensa consigo mesmo.

Osach: “Esta garota emana uma energia diferente da energia dos outros humanos presentes nesta sala, não apenas ela, mas Tsukino, Mizuno e Kino também possuem esta energia.”

Mina: professor?

Osach: ah, perdão, senhorita Aino. Alegro-me muito ao ter alunos que se interessam em projetos como este. A peça é sobre ícones mitológicos, e vocês farão o roteiro de acordo com os personagens mitológicos que gostariam de encarnar.

Os alunos conversam entre si e se animam com a ideia.

Osach: ótimo, agora vamos retomar o conteúdo. Vou abordar alguns fatos históricos e curiosidades, mitologias e algumas noções de astronomia. Não se preocupem que não vou fazer vocês se matarem de fazer contas ou encher vocês de trabalhos, mas vou cobrar a assiduidade e quero ver todo mundo trabalhando junto dentro de sala de aula.

Serena comenta com Mina e Lita.

Serena: gostei do jeito dele.

Ami retruca ao ouvir Serena.

Ami: mas precisamos de lição de casa para revisarmos o que aprendemos em sala.

Lita: lá vem a Maria Lição de Casa…tenho certeza que uma lição ou outra ele passa sim.

Mina: mesmo sendo um pouco mais velho, ele é um gato.

Ami: Mina, ele tem idade pra ser seu pai!

Lita: se bem que ele se parece com o cara que despedaçou meu coração, mais velho, mas parece.

O sinal para o intervalo toca e a sala se esvazia como o estouro de uma boiada.

Osach: tenham um bom almoço e uma boa tarde.

Osach sai calmamente da sala e uma mulher com um tailleur e saia cor de rosa carregada de pastas tropeça em seu caminho novamente. Era a professora Haruna, que, constrangida com a situação  começa a juntar as pastas.

Osach: você está bem, Sakurada-san? Deixe-me ajudá-la.

Haruna: não precisa, não preciso de ajuda.

Osach: todos precisam de ajuda, nenhuma pessoa é uma ilha.

A professora se acalma e então concorda.

Haruna: me chame apenas de Haruna. Me desculpe, sou um pouco esquentada às vezes.

Osach: está desculpada. Pronto, todas as pastas estão inteiras. Diga-me Haruna, para onde está indo com estas pastas tão pesadas?

Haruna: para a sala dos professores, mas deixa que eu as levo.

A professora sente uma fisgada nas costas pelo peso das pastas.

Osach: deixa que eu carrego. Está comprometendo a sua coluna com todo esse peso.

A professora fica com as bochechas coradas e novamente aceita a ajuda do professor.

Haruna: não sei como lhe agradecer.

Osach: talvez se um dia desses a gente saísse para comer até explodir em um rodízio de sushi.

Haruna: é, por que não? Eu estou livre na sexta-feira depois das sete.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s