Capítulo 09 – parte 3

Visita à faculdade – parte final

Garoto e garota, a história de sempre: “garoto conhece garota, garoto impressiona garota…”.já sabem do resto não é? Bom, talvez não. É por isso que estamos contando. Jin continua a passear com a Sailor do Trovão, porém no momento era a própria que estava levando ondas de choque, pelo contato com as mãos do rapaz, que a guiava pelos vários cantos da faculdade. O jovem mostrava a ampla quadra de esportes do local, enquanto a jovem só fitava o menino. Lita falava de suas habilidades na educação física com lançamento de dardos e de peso, além de sua grande habilidade nas artes marciais, impressionando cada vez mais o garoto.

Os dois chegam ao corredor onde localizam-se os armários dos alunos e Jin mostra o dele, porém, percebe que há um pequeno problema:…tenta rapidamente esconder fotos de várias meninas com quem saía…Lita se vira para olhar, mas Jin, com medo de estragar suas chances com ela encosta-a no armário e tenta beijá-la. Antes de o beijo encostar nos seus lábios, abaixa para amarrar os sapatos e deixa Jin sem jeito.

Jin: M-me desculpe Lita! Eu só…só…queria…só… – diz o rapaz escondendo sua real personalidade, fingindo uma timidez que aprendera com astros das novelas assistidas por sua irmã.

Lita: Pelo o que você está me pedindo desculpas, Jin? Bom, meu sapato estava desamarrado…

Jin: Ah! Bomm, é que…você é tão linda Lita… Espero que teu namorado te veja como eu vejo…uma menina doce, linda…

Lita: Eu…eu não tenho namorado…

Jin: Como não?!!! Posso dizer que isso é um, é um dos maiores absurdos que já ouvi! Mais do que certas teorias explanadas pelos professores!

Lita fica vermelha…

Lita: É que…parece que os meninos tem medo de mim, porque sou alta e um pouco bruta…E só tive um namorado que partiu o meu coração.

Jin: E quem é esse medíocre para eu preparar porções químicas ácidas e jogar no rosto do infeliz? Eu não tenho medo de você Lita…vou até me arriscar a dar o sufixo de “chan”..eu posso?

Lita: Por que não me chamou disso antes? Detesto formalidades!

Jin: Porque a respeito…Lita, quer dizer, Lita-chan…Por que não apareceu antes? A faculdade até ficou agradável agora….e a cerejeira nunca foi tão bonita…tem certeza que não é a deusa Deméter disfarçada? Sabe quem é Deméter Lita-chan?

Os dois começam a rir…

Lita: Você é estranho, Jin…mas gosto de você.

Jin: Você sabe minha recíproca para essa frase não sabe Lita-chan?

Lita não sabe o que dizer…só aprecia a beleza das cerejeiras…sentindo seu rosto ficar vermelho novamente.

Jin: Se não sabe, vou te dizer *encosta a boca no ouvido dela*: também gosto de você…

Lita fica arrepiada e logo em seguida tem uma ideia…

Lita: Já que somos amigos, eu gosto de cozinhar pra eles. Você gostaria de comer um bolo na minha casa?

Jin: Sim! Claro!!! Eu adoraria! Principalmente sabendo que foi você que cozinhou! *pega nas mãos dela.* Suas mãos são macias Lita-chan, tem certeza que é você que cozinha mesmo? – diz brincando com os dedos dela.

Lita com cara de maçã verde pensa: “Não posso acreditar, será que tudo isso é real? Ou estou tendo um daqueles sonhos típicos de contos de fada?”

Jin nota que a garota parece ser do tipo, que se engana fácil…e por dentro vibra, ao notar que os dedos da meninas estão trêmulos.

Jin: Espero que não se importe de pegar em suas mãos….- diz sorrindo.

Lita: N-não…mas me diz, que sabor de bolo você gosta? Quero comemorar a minha mais nova amizade.

Jin: Bom….eu gosto de torta de morangos! Gosto de….humm…minha vó faz um bolo de nozes que ador…Oh! Estou sendo muito abusado né? Gomen…me empolguei…mas já imagino as delícias que você fará.

Lita: *imitando a Dona Florinda* modéstia a parte meu cardápio parece ter sido feito por um grumete!

Jin: Haha…e ainda tem senso de humor? Posso fazer uma coisa?

Lita: O que é?

Jin: Eu iria apertar suas bochechas pra saber se você era real. Talvez a falta de um bom café hoje tenha feito eu ver ilusões…Você não pode ser real – diz o astuto garoto que não dá trégua à menina – hoje ele iria se empenhar para conseguir pelo menos um beijo dela.

Jin: Eu posso?

Lita pensa *Que cara louco*, mas ela quer aproveitar o momento…

Lita: Tá bom, mas não aperta muito forte…

Jin engana a menina e dá um beijo no rosto dela. Fazendo seus globos oculares virarem pratos de tão grandes.

Jin: Pronto! Descobri: Você é real.

Lita fica vermelha e Jin começa a rir…

Jin: Haha…gomen…gomen…não pude me controlar…

Lita: Não, está tudo bem…amigos se beijam certo?

Jin: Claro, claro! Tenho uma ideia, vou sair com uns amigos hoje…por que não vêm conosco? Ou eu poderia ir só com você. Conhece o restaurante de comida mexicana?

Lita: Aquele que abriu na rua dez?

Jin: Sim, esse mesmo…você vai adorar o restaurante…isso se não tiver compromisso e nenhum rapaz da fila que lhe espera tenha se adiantado.

Lita: Não, imagina…eu aceito ir…quero te *Lita faz uma pausa*

Jin: Hã? Quer….o quê?

Lita junta forças pra dizer…

Lita: Quero te conhecer melhor, quero saber as comidas que gosta, o que gosta de fazer e tudo mais.

Jin: Que bom ouvir isso Lita-chan…eu sinto a mesma coisa…então está combinado? Pode me dar seu telefone pra eu te buscar em casa? Isso se não for incômodo.

Lita: Sim…tem papel e caneta? Você me pegou desprevenida…

Jin: Humm deixa eu ver… – diz o rapaz já sabendo a resposta: ele tinha mas diria que não, para fazer Lita anotar em sua mão.

Jin: Só tenho caneta…desculpe.

Jin: Pode anotar na minha mão.

Lita: Certo…*as mãos dele, são tão macias*.

Jin: Obrigada Lita-chan! Eu te pego que horas?

Lita: No horário que você quiser.

Jin: Bom, pode ser às sete e meia?

Lita: Perfeito.

Jin: Bom, então vou indo…infelizmente tenho horários a cumprir…matérias pra passar…e além disso vejo que sua amiga vem correndo ali. – aponta para Serena que vinha correndo com bolinhos na mão que comprara na lanchonete…

Mina, por outro lado…transformara-se em uma “Rêmora” (gênero de peixes caracterizada por ter sobre a cabeça um disco adesivo elipsoidal, com o qual se prende aos tubarões para se locomover) e colara no braço esquerdo de Red, que pedia à todas as entidades budistas para que a remoção de Mina do seu braço fosse o mais indolor possível.

Mina: Reeeeeed….vamos comer alguma coisa?

*Ai que menina chata, sai de mim, carrapato de lacinho…* Pensa o rapaz.

Red: Ah, o que foi Mina? Desculpa, estava viajando em meus pensamentos…

Mina: Vamos Red… – vai puxando o rapaz.

Enquanto isso Lita aparece do outro lado acompanhada por Serena e Jin. Jin se despede com um beijo no rosto e vai para a aula. Serena fica boquiaberta com a cena e de longe as garotas escutam os gritos.

Haruka: Oe! Não é a Odango e a Lita?

Lita e Serena se aproximam e Rei logo vai perguntando:

Rei: Onde esteve esse tempo todo Serena?

Serena: Bom eu…

Haruka: Que tanto farelo é esse na sua boca Odango?

Serena: Bolinhos muito gostosos, vocês querem? Olha que estão acabando hein?

Ami: Er…já acabou Serena – diz Ami com uma gotinha no alto da cabeça.

Serena: Ahh..desculpem….não me controlei.

Lita: Que surpresa Serena…

Mina: Estou com fome Red… – faz um biquinho.

Red: Venha Mina, vamos comer…onde você gostaria de ir?

Mina: Pode ser na lanchonete da faculdade mesmo.

Red: Eu pensava em te levar a um restaurante, os meninos só vão precisar de mim daqui uma hora.

Mina: Sério? – a garota dá uma gargalhada e as outras meninas sentem que a Terra estremece um pouco.

Mina: Vamos!

Nisso, Mina pega no braço de Red e sai correndo…

Red: Você puxa mais que cavalo de corrida, Mina…calma! Meu carro está desse lado, venha.

Mina: Sim, sim!!!!!!!

Mina: Que carro legal Red!!!!!

Red: Ah, obrigado…comprei quando cheguei da França…eu precisava me locomover por aqui…ficar andando só de skate não dá né?

Mina: Me ensina a dirigir Red? – olhos brilhando.

Red: Quem sabe um dia, princesa…*dando uma piscadela para Mina* agora sobe aí e vamos sentir o vento em nossos cabelos.

Mina: Simmmmm…faz tempo que não via um gato como você Red! – olhos ainda brilhando quase explodindo como uma supernova.

Red se concentra na direção e solta um sorriso que enfeitiça a garota.

Mina: Uahhhhhh…. – encosta a cabeça no ombro de Red.

Mina: P-posso te perguntar uma coisa Red?

Red: Claro, Mina…qualquer coisa

Mina: Vo-você..você tem namorada? – diz vermelha.

Red: Não, princesa…por quê?

Mina: Não…por nada… – diz Mina ainda vermelha, mas se recupera do rubor e solta um “Yes!” no pensamento.

Red: Eu ainda não encontrei quem me completasse sabe? A pecinha do quebra-cabeça do meu coração.

Mina: Espera aí que vou ver se a tenho nos bolsos.

Red: O que você tá fazendo?

Mina: Haha…procurando a pecinha que você falou………tenho certeza que está aqui…

Red: A pecinha não é uma peça propriamente dita, cabeça de presente…é algo que vem do coração…as pessoas se conectam uma na outra quando se apaixonam…essa é a pecinha do quebra-cabeça…

Mina: Ahhhh……..e eu já tinha achado – quase chorando mostrando um coraçãozinho que ganhara de brinde no Game Center.

Red: Nada de cara feia, princesa…chegamos ao restaurante, espero que goste desse lugar, desde que cheguei ao Japão achei esse lugar um dos melhores daqui.

Mina: Sim, vamos entrar então!!!

Mina finge que tropeça…mas sua interpretação exagerada, faz com que isso realmente aconteça. Red a agarra com força e Mina cai em seus braços.

Red: você está bem, Mina?

Mina: Simmm…quer dizer..não…eu acho que feri meu pezinho…vamos entrar logo né? – simula vergonha.

O garçom os aguarda na porta do restaurante.

Garçom: Boa tarde. Mais um lindo casal, já sei qual mesa os levarei.

Red: Casal? Essa é boa…hahaha!!!

Mina: Ah, sim obrigada… – Mina delira com a confusão do garçom.

Garçom: Aqui está, o que gostariam de beber?

Red: Uma Coca-Cola normal com gelo e limão, por favor.

Mina: O mesmo para mim…Que ambiente lindo Red…

Red: Sim, é maravilhoso…mesmo com toda a agitação do evento da Moto Azabu, aqui eu me sinto com as energias recarregadas…

O garçom sem demora traz os refrigerantes para os dois.

Garçom: O cardápio, um para o senhor e um para a bela senhorita.

Mina: Te darei uma gorjeta gorda pelo “bela”! Hummm tá uma delícia…

Red: Sim, eu adoro o refrigerante desse plane…quero dizer…sim, está bem refrescante…

Mina: O que disse? Bom, deixa pra lá…Costuma trazer muitas amigas pra cá Red? – Mina reforça o “amigas” querendo tirar mais informações do rapaz.

Red: Meus únicos amigos aqui são o Darien e o Andrew…não tenho outros amigos por enquanto…ah esqueci, e tem você e as meninas.

Mina: Ah sim, mas saiba que tem em mim uma grande amiga agora…e ainda sou lind…simpática!

Red: Disso eu não tenho dúvida e você contagia a todos com a sua espontaneidade e alegria…e você é muito bonita…

Mina: Ahhh não seja galanteador Red… – Mina dá um tapinha na mão dele, fingindo rubor…

Red: Bom, mudando de assunto, o que vai pedir? Pode pedir o que quiser.

Mina: Bom…*olha o cardápio*…espaguete…humm…lasanha…Isso, vou pedir uma lasanha!!!

Red: Certo, então vamos pedir uma lasanha pra duas pessoas *dá uma piscadinha*

Mina: Sim, sim… – toca sem querer na mão dele.

Mina: Desculpe…. – vermelha.

Red observa Mina atentamente, a garota derrete por ver o olhar de Red focado apenas nela…ela até imagina a cena do primeiro beijo com ele…

Mina: O qu..que…está olhando?

Red: Ai que mania estúpida que eu tenho, eu sempre observo as pessoas com quem eu convivo, gosto de ver as reações e as atitudes desta pessoa sabe?

Mina: Ah…tudo bem…*sorri*

Red: Garçom!

O garçom vem correndo.

Garçom: Sim, meu jovem?

Red: Nós dois queremos uma Lasanha à Bolonhesa com bastante queijo e bolonhesa, pode ser?

Garçom: Dá pra ver como vocês são unidos, tem praticamente o mesmo gosto, posso ver os sinos da igreja tocando, é pra já…

O rapaz fica com o queixo no chão e cai da cadeira.

Red: Aiai doeu…

Red imagina Mina como sua esposa e solta um NÃO! Mina também imagina a cena, se distrai e seu garfo cai no chão.

Mina: Você está bem Red? Mas você gritou um “Não” o que foi?

Red: É…hummm…bem…é que não acredito que a sua Coca-Cola acabou tão rápido se nem começamos a comer ainda…tudo bem, eu peço pro garçom te trazer mais uma…

Mina: Ah sim, como você é gentil… – suspira.

Mina vai pegar o garfo a bate a cabeça na mesa.

Red: c’est un plaîsir! Ei, Mina! Que cabeçada! O que a mesa fez de errado pra você?

Mina: ai ai ai….minha cabeça!!!! Perdi um neurônio ou dois agora…fui pegar o garfo mas não consegui…pode pegar pra mim?

*Eu acho que você nunca teve neurônios…*

Red: Claro, ma cherie.

Enquanto pega o garfo, os dois ficam frente a frente na posição de como se dois namorados fossem se beijar.

Mina: *é agora Mina…confira o hálito…ok…confira se não tem alface no siso…ok…é agora..Go Mina Go! Mina se aproxima de Red…

E no momento que Mina quase chegaria a beijar os lábios de Red, o mesmo pega o garfo e o garçom chega com a lasanha.

Garçom: Aqui está uma deliciosa lasanha para os futuros noivos.

“Esqueça a gorjeta “senhor”… – pensa Mina irritada.”

Red: Bom gatona…atacar!

Mina: *Quase perdi a fome…* Siiimmmm!

Mina: Ei Red, tenho uma ideia…me ocorreu agora.

Red: Ah, pode falar, Mina…você quer pedir sobremesa depois que terminarmos a lasanha? Fique à vontade!

Mina: N-não…não é isso…é que…é que…

Red faz movimentos de como se estivesse girando uma manivela

Red: Vai Mina, vai sair…você consegue…

Mina: Bom….bom…é que…gostaria de sair comigo pra dançar hoje? – vermelha, mas encarando Red.

Red: puxa, Mina…infelizmente não vai dar…eu tenho que trabalhar hoje à noite.

Mina: Poxa…*baixa a cabeça*…depois do trabalho pode ser? Aliás, no que você trabalha? Não me recordo de você ter dito…

Red: Ah, você conhece a boate Lua de Prata?

Mina: Não me diga que…claro que conheçooo!!!!

Red: Então, eu sou o novo DJ de lá, trabalho todos os dias das nove até às três da madrugada ou até quando a festa durar, por que você e as meninas não aparecem por lá mais tarde?

Mina: Que coincidência Red!!! Eu ia convidar você pra lá mesmo!!!! – claro que era mentira, mas Mina faria tudo pra conquistar o tão cobiçado rapaz.

Mina: Vou ver se as meninas podem ir!

Red: Então nossos pensamentos estão conectados…hahaha!!!

Mina: Sim ,isso se chama sintonia!!!

A lasanha é devorada em poucos minutos.

Red: E aí, ainda tem espaço para uma sobremesa?

Mina: É claro que tem!!! Não sou a Serena, mas sou boa de garfo!!! Então que horas combinamos mesmo na boate?

Red: Eu entro às nove, tenho um intervalo das dez até às onze, vocês poderiam me encontrar nesse horário. É depois das onze que começo a rolar as músicas mais frenéticas.

Mina: Ok, perfeito!!! Vou falar com as meninas. – a menina não podia acreditar que teria um encontro com Red. É claro que suas amigas formavam um grupo “234″ pessoas e não gostou da comitiva que fora convidada, mas fazer o que? Já era um bom começo.

Red: Então tá combinado…bom, vou querer um sorvete Torre Eiffel, você divide ele comigo?

Mina: É claro! Mas não vai ficar muito tarde pra voltar pra faculdade? *desde quando me preocupo com isso?*

Red: Dá tempo pra um sorvetinho e pra ficar mais um pouquinho com você.

Mina fica com corações nos olhos.

Mina: Reeeeed…vc é tão tão…

Red faz o movimento da manivela de novo.

Mina: Tãoooooo kawaiiiiiiiiiiiiii!!!!!!!!!

Ele apenas sorri e Mina derrete como uma vela…

Red: Garçom, um Torre Eiffel, nós vamos dividir…e vê a conta também, s’il vous plaît.

Garçom: oui, monsieur!

Mina: Cof cof cof!!!!!!

Red: Mina, você está bem?

Mina: REDcasd Cof Cof!!!

Red: Mina!

Mina: eDFETBH Cof!

Red abraça Mina por trás e Mina pára de tossir instantaneamente.Mina fica vermelha com a situação.

Mina: R-Red?!

Red: Ei, toma o refrigerante mais devagar, Ok? Está tudo bem, não precisa se envergonhar.

Mina: É que…que…você ainda tá me segurando….

Red: Ah, me desculpe…*gota*

Mina: *risada má* Não se preocupe….SÓ todo mundo está olhando para nós.

Antes que Red soltasse Mina, um flash de câmera piscou…era o garçom tirando fotografias…

Garçom: jovem casal, vocês formam o casal mais bonito do dia…essa foto vai para o mural. Aqui está o sorvete Torre Eiffel…divirtam-se!

HAUHAUAH!!!! Depois eu surrupiarei a foto do mural, mostrarei que Mina Aino esteve com o gatão do Red!!! – pensa Mina fazendo um “V” mental para si mesma.

Red: aiaiai…pelo amor de Sailor Vênus, onde fui me meter?

Mina: S-Sailor V-Vênus?!!!! Q-quem é essa guerr…criatura?

Red: Você nunca leu o mangá e nunca jogou os jogos dela que estão lá no Game Center?

Mina: É (breve silêncio) não…nunca…………só vi um pôster dela……..por sinal ela é linda….*cortesia pra mim mesma*

Red: Ela tem um gato branco que sempre a acompanha…dizem que ela trabalha pra Interpol…ela é muito destemida e sempre consegue prender os criminosos e destruir os monstros.

Mina: Me apresenta o jogo qualquer dia… o mangá também…ela parece ser demais…..bem melhor do que Sailor M…quer dizer, bem melhor do que várias heroínas em papel jornal né? – pisca.

Red: Bem que olhando pra você, você é um pouco parecida com ela…NOSSA!

Mina procura nos bolsos bombas de fumaça pra sumir, mas descobre que usara todas…

Mina: O que está dizendo Red?!!!

Red: CARAMBA!

Mina arregala os olhos.

Red: Você tomou todo o sorvete sozinha!

Mina: Ah……………..é isso? Gomen……………..eu pago outro….. – suspira aliviada.

Red: Não, tudo bem princesa…eu queria que você experimentasse esse sorvete e posso ver que gostou. Aqui amigo, aqui está, tudo certinho, fique com o troco, Ok? E aí, vamos Mina? As meninas devem estar pensando que você foi sequestrada.

Mina: Sim… – respira aliviada.

Mina observa o jovem novamente dirigindo e fica nas nuvens…

Mina: ai ai Red…quer dizer…bom restaurante!

Red: Que bom que gostou, tenho certeza que iremos mais vezes então. Você é uma boa companhia.

Mina: Eu digo o mesmo de você. – sorri da forma mais gentil que pode.

Red: Bom, chegamos…agora vou até a minha sala, Ok? Nos vemos mais tarde…não esquece de avisar as meninas.

Mina: Simmm obrigada por tudo! – beija-o no rosto.

O rapaz pisca mais uma vez e vai correndo assistir sua aula.

Darien: Espere por nós Red! Serena…eu já vou…*sorri*

Serena: Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhh…..

Rei tapa os ouvidos irritada.

Rei: Ai Serena…não grite…como os professores vão dar aulas com você berrando desse jeito?

Serena: Eu não estava berrando!

Lita: Gente… – diz a menina tentando apaziguar o ambiente…

Darien beija a namorada e chama Andrew para retornarem à sala. Despede-se de todos e deixa Serena ainda com os olhos tilintando esperando o término das aulas para rever seu amado.

Haruka: Mina-chan, onde você esteve esse tempo todo? Pensamos que tivesse caído em algum bueiro hahahah…

Ami: Tecnicamente Haruka…um bueiro não caberia uma pessoa, pois seu diâmetro é… – Ami é interrompida por Mina.

Mina: Ai gente, eu sumi por uma boa causa…*sorri tapando a boca com a ponta dos dedos* O Red me levou em um restaurante, troquei a programação da visita por algo muuuuito mais interessante…

Ami: Observação e visitas exploratórias são importantes Mina! Enquanto esteve fora, nós já conhecemos boa parte do campus…

Mina: Calma Ami…Red convidou todas nós para irmos à boate que ele trabalha! Ele é DJ de lá!!!

Haruka: DJ? Ele não tem cara de DJ…parece tão engomadinho…

Michiru: Ara…não me parece que você seja a pessoa mais indicada pra falar sobre aparências Haruka… – fala sorrindo.

Haruka: M-Michiru! – cora enquanto as meninas riem.

Lita: B-bom…não sei se vou poder comparecer… – diz ruborizada.

Serena: E por que não Lita? – as meninas voltam a atenção para Lita.

Lita: É que…é que…

Mina imita o movimento de manivela que aprendera com Red.

Lita: T-tenho um encontro…

Serena: O QUÊ?!!!!!!!!!!!!!!!!!

Rei: Com quem Lita?

Lita: C-com o Jin…ele é da classe do Darien…

Serena: Nossa, vocês se conheceram bastante hein? – diz sorrindo sarcasticamente.

Mina: Mas que horas é seu encontro? O Red disse que só começa a trabalhar pelas nove…

Lita: Sete horas…

Serena: Ah! Então dá pra ir Lita! – Serena dá um tapão nas costas da menina.

Haruka: E esse moleq…esse rapaz é de confiança Lita-chan? – fala desconfiada.

Michiru: Apesar de a Haruka implicar muito *olha atravessado para jovem que se encolhe*, ela tem certa razão, ele é confiável?

Lita: E-Ele é muito gentil…a Serena viu…

Serena: Eu não sei de naaada…. – diz rindo.

Lita: Bom, eu resolvi que vou dar uma chance para conhecê-lo melhor. – sorri.

Mina: Então tirando a Lita *cutuca a menina provocando* nós iremos né?

Haruka: Eu não gosto de boates…

Ami: E-eu nunca visitei uma… – diz envergonhada.

Hotaru: Ah, mas nem eu! Vai ser a primeira vez… – sorri.

Michiru: E quem disse que você vai mocinha?

Setsuna: *sorri* Você ficará em casa Hotaru…comigo…tenho que preparar aulas…

Hotaru: Não é justo! *cruza os braços*

Michiru: *sorri* Princesa…você terá oportunidades…sua idade e a hora que em que está previsto à ida ao local me impedem deixá-la ir…

Haruka: O que acha de passarmos na locadora, depois comprar pipocas e você e Setsuna curtirem uns bons filmes? – pisca.

Michiru: Ara, você não disse que não gostava de boates Haruka? – pergunta provocando.

Haruka: Mas entendi que VOCÊ quer ir, e não a deixaria solta sob a luz negra de uma boate…existem muitas mãozinhas bobas por lá! – fala tremendo o pulso só de pensar.

Michiru: Haruka! – cora e logo as meninas seguram o riso.

Mina: Então, nove horas! Hora de nos divertimos!!!

Combinada a balada das meninas, logo elas pegam o ônibus de volta para a Rua 10, onde esperam ansiosamente para a primeira de muitas baladas que estão por vir.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s